18.12.14

Capítulo Um


Essa foto é meu amorzinho
Obs: leiam as notas finais ♥

O ar frio embaçou a janela da sacada em nossa sala de estar, esperei nervosamente na frente dela e me esforcei para ver lá fora. A qualquer momento, a perua Volvo de Eddie iria parar na garagem. Ele tinha ido para o Aeroporto Logan pegar seu filho, Joe, que estaria vivendo com a gente o próximo ano, enquanto sua mãe tinha uma atribuição relacionada com o trabalho de um ano no exterior.
Eddie e minha mãe, Dianna, só tinham estado casados por um par de anos. Meu padrasto e eu nos dávamos muito bem, mas eu não diria que éramos próximos. Aqui está o pouco que eu sabia sobre a ex-vida de Eddie: sua ex-esposa, Denise, era uma artista equatoriana com base na área da baía de San Francisco, e seu filho era um punk tatuado que, de acordo com Eddie, era autorizado a fazer o que quisesse.
Eu nunca tinha conhecido o meu meio-irmão antes e só tinha visto uma foto dele que foi tirada há alguns anos atrás, pouco antes de Eddie se casar com minha mãe. Pela imagem, eu podia ver que ele herdou o cabelo escuro, provavelmente de sua mãe sul-americana, juntamente com a pele bronzeada, mas tinha os olhos claros e traços finos de Eddie. Ele era deslumbrante, mas Eddie disse que Joe tinha entrado em uma fase rebelde nos últimos tempos. Isso o inclui fazendo tatuagens quando tinha apenas quinze anos e se metendo em encrencas por menores de idade bebendo e fumando maconha. Eddie culpou Denise por ser volúvel e muito focada em sua carreira artística, permitindo assim que Joe fizesse as coisas erradas, mas não sofresse as consequências.
Eddie alegou que ele havia encorajado Denise a assumir uma posição temporária dando aulas dirigidas por uma galeria de arte em Londres para que Joe, agora com 17 anos, pudesse vir morar conosco.
Embora Eddie fizesse duas viagens curtas para o oeste por ano, ele não estava lá em uma base diária para disciplinar Joe. Ele lutou com isso e disse que aguardava com expectativa a oportunidade de colocar seu filho na linha ao longo do próximo ano.
Borboletas invadiram meu estômago enquanto eu olhava para a neve suja que se alinhava na minha rua. O clima gélido de Boston seria um rude despertar para o meu meio-irmão californiano.
Eu tinha um meio-irmão.
Esse era um pensamento estranho. Eu esperava que nós nos déssemos bem. Como filha única, eu sempre quis um irmão. Eu ri do quão estúpida eu era, fantasiando que este ia ser algum tipo de relacionamento de conto de fadas do dia pra noite, como os malditos Donny e Marie Osmond1 ou Jake e Maggie Gyllenhaal2. Esta manhã, eu ouvi uma música antiga do Coldplay que eu nem sabia que existia, chamada Brothers and Sisters3. Não se trata de irmãos por assim dizer, mas eu me convenci de que era um bom presságio. Isso ia ficar bem. Eu não tinha nada a temer.
Minha mãe parecia tão nervosa quanto eu, ela correu várias vezes, subiu e desceu as escadas para deixar o quarto do Joe pronto.
Ela transformou o escritório em um quarto. Minha mãe e eu tínhamos ido ao Walmart juntas para comprar lençóis e outros artigos necessários. Foi estranho comprar coisas para alguém que você não conhece. Decidimos por roupa de cama azul-escuro.
Eu comecei a murmurar para mim mesma, pensando sobre como eu falaria com ele, o que iria falar, sobre como eu poderia apresentá-lo aqui. Era meio emocionante e estressante ao mesmo tempo.
A porta do carro bateu, me levando a saltar para cima do sofá e endireitar a minha camisa amarrotada.
Acalme-se, Demi.
A chave girou, fazendo barulho. Eddie entrou sozinho e deixou a porta aberta, permitindo que o ar gelado se infiltrasse no cômodo.
Depois de alguns minutos, eu podia ouvir pés esmagando a camada de gelo que cobria a passarela, mas ainda não via Joe. Ele deve ter parado do lado de fora antes de entrar. Eddie colocou a cabeça para fora da porta.
— Traga seu traseiro aqui, Joe.
Um nó se formou na minha garganta quando ele apareceu à porta. Engoli em seco, meu coração batendo cada vez mais forte quando a realidade de que ele não parecia em nada com a imagem mostrada para mim me atingiu.
Joe era mais alto do que Eddie, e o cabelo curto que eu me lembrava da foto era agora uma bagunça escura e desgrenhada quase cobrindo os olhos. Ele cheirava a cigarros, ou talvez fosse fumo de cachimbo, porque era mais doce. Uma corrente pendia de seu jeans. Ele não olhou para mim, então eu usei a oportunidade para continuar examinando-o enquanto ele deixava sua bolsa no chão.
Baque.
Foi o meu coração ou a mala?
Ele olhou para Eddie, e sua voz era rouca.
— Onde é o meu quarto?
— Lá em cima, mas você não vai a lugar nenhum até dizer olá para sua irmã.
Todos os músculos do meu corpo se apertaram quando eu me encolhi no termo. Não havia nenhuma maneira que eu queria ser sua irmã. Primeiro, quando ele se virou para mim, parecia que ele queria me matar. E dois, uma vez que eu dei o meu primeiro olhar para o seu rosto esculpido, tornou-se claro que, enquanto minha mente estava cautelosa com relação a ele, meu corpo tinha sido imediatamente colocado sob um feitiço que eu teria dado qualquer coisa para tirar de mim.
Seus olhos perfuraram os meus como adagas, e ele não disse nada. Eu dei alguns passos para frente, engoli meu orgulho e estendi a mão.
— Sou Demetria. Prazer em conhecê-lo.
Ele não disse nada. Alguns segundos se passaram antes que ele relutantemente pegasse minha mão. Seu aperto era desconfortavelmente forte, quase doloroso, antes que ele rapidamente liberasse.
Eu tossi e disse: — Você parece diferente... Da foto que eu vi.
Ele olhou para mim.
— E você parece muito... Simples.
Minha garganta parecia que ia fechar. Por um segundo rápido, eu pensei que ele estava me fazendo um elogio, antes que ele continuasse4.
A parte triste era que, se você me perguntasse como estar em frente a ele me fazia sentir, “simples” talvez fosse o termo que eu teria usado.
Ele estava me olhando de cima a baixo com um olhar gelado.
Apesar do fato de eu detestar a sua personalidade, eu ainda estava maravilhada com a sua aparência física, e isso me enojou. Seu nariz era perfeitamente reto, e sua mandíbula era definida. Seus lábios eram perfeitos – perfeitos demais – para a sujeira que eu tinha certeza de que saía deles. Fisicamente, ele era o meu sonho, e em todos os outros sentidos, o meu pesadelo. Ainda assim, eu me recusei a deixá-lo ver que suas palavras tiveram um efeito sobre mim.
— Você gostaria que eu te mostrasse onde é o seu quarto? — Eu perguntei.
Ele me ignorou, ergueu as malas e foi em direção às escadas.
Ótimo. Isso estava indo bem.
Minha mãe desceu as escadas e imediatamente puxou Joe para um abraço.
— É tão bom finalmente conhecer você, querido.
Seu corpo ficou tenso antes dele se afastar dela.
— Gostaria de poder dizer o mesmo.
Eddie atacou em direção à escada e apontou seu dedo.
— Corte a merda, Joe. Você vai dizer olá a Dianna de uma forma decente.
— Olá Dianna de uma forma decente, — Joe repetiu com uma voz monótona, enquanto subia as escadas.
Minha mãe colocou a mão no ombro de Eddie.
— Está tudo bem. Ele vai melhorar. Deixe-o ficar sozinho. Esta mudança de ambiente não pode ser fácil. Ele não me conhece ainda. Ele está apenas um pouco apreensivo.
— Um merdinha desrespeitoso é o que ele é.
Whoa.
Eu tive que dizer que fiquei surpresa ao ouvir Eddie falando assim sobre seu filho, independentemente de quão mal Joe estava agindo. Meu padrasto nunca tinha usado palavras assim comigo, embora eu nunca tivesse feito nada para merecer isso. Mas Joe estava sendo um idiota desrespeitoso.
Naquela noite, Joe ficou atrás das suas portas fechadas. Eddie foi lá uma vez, e eu os ouvi discutindo, mas minha mãe e eu decidimos deixá-los sozinhos e ficar fora de tudo o que estava acontecendo entre eles.
No meu caminho para a cama, eu não pude deixar de parar para olhar para a porta fechada do quarto de Joe. Gostaria de saber se a sua alienação a nós era um indicativo de como o ano inteiro seria ou se ele iria mesmo durar o ano inteiro aqui.
Planejando escovar os dentes, eu abri a porta do banheiro e vi Joe enxaguando o corpo molhado sob o chuveiro. Vapor e o cheiro de sabonete masculino encheram o ar. Por alguma razão que só Deus sabia, em vez de correr para fora, eu congelei. E o mais preocupante, em vez de cobrir-se com a toalha, ele a deixou cair displicentemente no chão.
Minha boca caiu.
Meus olhos ficaram colados ao seu pênis por alguns segundos antes de o meu olhar viajar até os dois trevos tatuados em seu torso malhado e depois para a tatuagem que cobria completamente seu braço esquerdo. O peito dele estava pingando água. Seu mamilo esquerdo era perfurado. No momento em que meus olhos pousaram no seu rosto, eles se depararam com um sorriso malvado. Eu tentei falar, mas as palavras não saíam.
Finalmente, eu balancei minha cabeça e disse: — Uh... Oh, meu Deus... Eu... Eu estou tão... É melhor eu ir embora...
Quando eu virei a cabeça para sair, sua voz me parou no meio do caminho. — Você age como se nunca tivesse visto um cara pelado antes.
— Na verdade... Eu nunca vi.
— Que decepcionante para você. Vai ser muito difícil para o próximo cara ficar a altura.
— Arrogante demais?
— Você me diz. Não mereço ser?
— Deus... Você está agindo como...
— Um grande idiota5?
Era como um acidente de carro, impossível afastar-se. Eu estava olhando para ele de novo. O que havia de errado comigo? Ele estava completamente nu na minha frente, e eu não podia me mover.
Inferno... Seu pênis era perfurado. Que maneira de ser apresentada ao meu primeiro pessoalmente.
Ele interrompeu a minha encarada.
— Não há realmente nenhum lugar para ir a partir daqui, a menos que você esteja pensando em fazer alguma coisa, então você provavelmente deve sair e deixar que eu termine de me vestir.
Eu balancei a cabeça em descrença e bati a porta atrás de mim.
Minhas pernas tremiam enquanto eu fugia para o meu quarto.
O que foi isso?
-
1 Dupla de irmãos cantores.
2 Irmãos famosos que são atores.
3 Em tradução literal, “Irmãos e Irmãs”.
4 No inglês a palavra pretty pode ser tanto bonita quanto pode ser pra mostrar intensidade (no caso, foi traduzida como muito), então quando ele usou a palavra pretty ela pensou que ele diria que ela era bonita, e quando ele completou a frase com simples, ficou ‘você é muito simples’.
5 No original ele fala “a giant dick”, que também significa um grande pau, então na verdade é um trocadilho para constrangê-la.

*****

Meninas, preciso avisar vocês de uma coisa: ao longo da fic, o Joe fala muitas frases com "se eu embaralhar as letras de certa palavra, eu formo outra", e, como vocês vão ver, bem, não vai formar, por conta da tradução, mas, originalmente, em inglês, formaria.. E quando ele embaralhar a letra do nome deles, sei que o nome não muda na tradução, mas como eu adaptei pra Jemi, não vai formar também, nabsjzas. Enfim, é só pra vocês não ficarem perdidas com essas brincadeirinhas dele, uahsau, e os trocadilhos, sempre vem explicados no final, como esse "a giant dick".
Voltando ao capítulo, o que acharam? Joe já chegou de uma forma turbulenta né? Nabsjasl
Respostas aqui.
Comentem amores, beijos  

14 comentários:

  1. "Olá Dianna de uma forma decente" Joe é dos meus sidhxijiahisahid
    Essa cena do banheiro me lembrou de um cena de PLL entre a Hanna e Caleb wdiwushdihs quando voc~e chegar nessa cena vai lembrar dessa parte da fic sdjsodj
    Aí, já tô amando desde o começo, posta logo, Gi! Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joe já não presta desde o começo, scrr nabsjxas
      Sério? Não cheguei nessa parte ainda akjnxa
      Ai, que bommm que você ta amando
      Vou postar agorinha, beijos <3

      Excluir
  2. BOMBANDO!!!!!! ESTOU VENDO QUE ELE VAI APRONTAR MUUUUUITO!!!!!!!POSTA LOGO!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode apostar que vai, aznxiasz
      Vou postar, beijinhos <3

      Excluir
  3. Vou fazer jornalismo, ou publicidade... depende da minha nota do enem... enfim, to super feliz! Quantos anos vc tem gi?

    Epaaaa, Joe já chegou chegando.... gosto assim, to sem Internet só volta hj de tarde, to aqui no trampo n posso demorar mt hahaha.
    Enfim, é isso..
    Demi inocente, aham tá. Kkk
    N demore a postar, pfvr bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah sim, que legal Lua <3 tenho 14 amor, e você?
      Joe já chegou causando alsibsna socorro
      Pior que ela é inocente mesmo, ajshiua POR ENQUANTO, muahahaha
      Imagina, eu nunca demoro <3
      Beijos.

      Excluir
  4. Posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta posta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto posto
      CLARO QUE EU POSTO ♥

      Excluir
  5. Oê, tudo bom? Então, eu meio que estou em uma relação de amor com sua fanfic! Já faz muito tempo que eu li algo nesse estilo e você meio que me fez voltar para 2011 ♥ Eu estou amando tudo completamente, tá tudo muito bom. Já adoro o Joseph e as piadinhas dele e, sim, queria estar do lugar da Demi HAUAHUAHAUAH Ter Joe Jonas pelado no banheiro não é pra qualquer uma não, hein? hauahuahauah' mas assumo que o o menino é um tanto arrogante, quero ver no quer vai dar isso tudo SOS.
    Beijos, (a-dor-da-liberdade.blogspot.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, anjo, eu to bem, e você? Nunca te vi aqui, então seja bem-vinda
      Aw, que bom que você tá gostando, a fic é só uma adaptação, mas mesmo que eu não mereça os créditos por ela, adapto e posto pra vocês com todo o amor possível, e isso significa tanto pra mim <3
      Realmente, quem não quer um Joseph Jonas pelado no banheiro se exibindo? Amo forte, nabsxiajs
      Ele é bastante arrogante, uahsuiahs, mas acho que você vai gostar.
      Adorei seu blog <3
      Beijos.

      Excluir
  6. Giiii!!! Essa fic é demais!! Eu já to amando!
    Joseph chegou chegando!! E a cena do banheiro foi a melhor parte!
    To super ansiosa por mais.
    Posta logo!!
    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vivi, que bom que ta amando, aihsuas eu to lendo tudo de novo e to amando também, augsias
      Joe pelado no banheiro não é mole não aoijs, quero pra mim <3
      Vou postar.
      Beijos, se cuida

      Excluir
  7. Se já começou assim, imagina o que vem pela frente.... pelo amooooorrrr de Deus posta outro logo..... e mais 1..... e mais outro..... kkkkkkk ..... bjo!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você pediu, eu posto, posto, posto aoijsnba ♥
      Beijos <3

      Excluir